É Rodeio

Público vaia proibição do rodeio na FENAFEP

14/08/2016

Prudentópolis

Mesmo contra a vontade do promotor que ajuizou a ação, a Sólida Rodeios manteve a programação, levou atrações para a arena e deu um grande exemplo de seriedade

Na noite de sábado (13) milhares de pessoas que lotaram arquibancadas e camarotes na VII Festa Nacional do Feijão Preto (FENAFEP), em Prudentópolis, voltaram a vaiar a decisão da Justiça, de proibir a realização do rodeio em touros durante o evento, de 11 a 14 de agosto. Na quinta-feira, abertura da festa, a plateia já havia protestado contra a decisão judicial com uma sonora vaia. A Justiça proibiu a realização do rodeio a pedido de um promotor público da Comarca, sob a alegação de que equipamentos como espora, corda americana e o sedém machucam os animais, o que é desmentido por vários estudos sérios já realizados, entre eles um de autoria do professor Oriovaldo Tenório de Vasconcelos, conhecido no Brasil como um dos principais defensores do bem estar animal.

Os advogados da empresa Sólida Rodeios trabalharam intensamente na quinta, sexta e sábado, na tentativa de obter uma liminar ou mandado de segurança que garantissem a realização do rodeio. Entretanto, foi uma luta inglória. Durante os três meses de preparativos para a festa, a Sólida anunciou grandes atrações para o rodeio, uma etapa da Liga Nacional de Rodeio, presença de profissionais como Celso Russo, Fagner Rangel, Ivan Diniz e Marco Brasil, além do Palhaço PT e outros nomes consagrados do rodeio nacional.

De forma inédita no Brasil, o empresário Mauri de Lima resolveu manter a programação de arena, mesmo sem as montarias. Na quinta-feira, no sábado e no domingo, com presença de grande público, todos os profissionais se apresentaram. Mesmo sabendo que não poderiam montar, os peões compareceram todos os dias e entraram na arena, saudaram o público e foram aplaudidos. Vídeos foram apresentados, mostrando os bons tratos aos animais do rodeio e profissionais como Ivan Diniz e Fagner Rangel, que se apresentavam pela primeira vez na cidade, lamentaram a decisão da justiça.

No sábado, o Palhaço PT, que foi peão antes de ser animador de rodeio, fez uma montaria sem usar corda americana, sedém e esporas. O touro, que é um atleta nato, desmentiu quem afirma que o sedém provoca a dor que o faz pular. Sob o olhar atento do público de policiais da Polícia Ambiental que estavam ao lado da arena registrando tudo, a porteira abriu e o touro saiu pulando alto. PT caiu no primeiro pulo, mas mostrou que é impossível fazer rodeio sem corda americana, sedém e espora. “É o mesmo que jogar futebol sem bola”, comparou. Para a Sólida, o que vale mais é preservar a integridade física e a vida dos competidores.

Mauri de Lima deu outro grande exemplo: apesar de não ter realizado o rodeio, nenhum profissional contratado para a festa ficou sem receber o seu cachê e até mesmo o prêmio em dinheiro que seria pago aos cinco primeiros colocados nas montarias, foi dividido em partes iguais entre os competidores selecionados para a etapa. O principal prêmio era uma vaga para disputar a final do Circuito Barretos, na primeira semana da Festa do Peão de Barretos. Por aclamação entre os peões, foi escolhido o competidor William Rochimback. Será o representante de Prudentópolis em Barretos.

 

Sem dúvida alguma, tudo o que ocorreu nos últimos quatro dias na VII FENAFEP, em Prudentópolis, só serviu para sustentar o que a Revista É Rodeio já vem anunciando há alguns meses, de que a empresa Sólida chegou à posição de mais importante do seu segmento no sul do Brasil e uma das maiores do país, pela seriedade com que se relaciona com contratantes, contratadas e o público. Em qualquer outro lugar, como já ocorreu dezenas de vezes, a festa teria sido cancelada já na primeira noite. “Nós lamentamos profundamente não poder realizar o rodeio, porque não é da nossa índole desobedecer uma ordem judicial, mas mantemos outras atrações na arena porque tínhamos um compromisso com a cidade”, disse Mauri de Lima. 

Copenhagen THE CHAMPIONS Hard Hoper Terra de peao Iha FM Os Vaqueiros Radade
REVISTA É RODEIO ®
A REVISTA DO RODEIO BRASILEIRO
44 3056-1015